Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mitt Romney vence primária da Flórida e respira aliviado

Na VEJA Online: Mitt Romney venceu a primária republicana no estado da Flórida e voltou à condição de favorito absoluto para ser o adversário de Barack Obama nas eleições presidenciais de novembro. Após ser atacado nos debates pelos rivais e ver ameaçada a sua liderança nas pesquisas, o ex-governador de Massachusetts conseguiu se impôr com […]

Na VEJA Online:
Mitt Romney venceu a primária republicana no estado da Flórida e voltou à condição de favorito absoluto para ser o adversário de Barack Obama nas eleições presidenciais de novembro. Após ser atacado nos debates pelos rivais e ver ameaçada a sua liderança nas pesquisas, o ex-governador de Massachusetts conseguiu se impôr com tranquilidade frente ao ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich: Romney atingiu 46% dos votos contra 32% Gingrich. Os outros dois concorrentes ficaram bem atrás: o ex-senador Rick Santorum ficou com 13% dos votos e o congressista Ron Paul com 7%.

Romney já mira em Obama
Imediatamente após o anúncio de seu triunfo o ex-governador postou uma mensagem no Twitter na qual afirmava: “Obrigado, Flórida! Embora tenhamos conquistado esta vitória, não devemos nos esquecer de que o objetivo nestas eleições é derrotar Barack Obama”.
Reviravolta
O resultado representa uma grande mudança quanto ao caminho que a campanha eleitoral tomava há apenas dez dias. Na ocasião, as primárias da Carolina do Sul davam vitória por 12% de diferença ao ex-presidente da Câmara, enquanto as pesquisas indicavam seu triunfo também na Flórida.

Em seguida, Romney discursou a seus seguidores para agradecer a vitória e, já assumindo a condição de candidato do partido, atacar novamente Obama, com quem pretende concorrer no pleito de 6 de novembro. “Senhor presidente, elegeram-no para liderar, mas o senhor optou por seguir ordens. Chegou o momento de colocá-lo de lado”, avaliou Romney.

 

Porém, o ex-governador cresceu de forma constante nas pesquisas dos últimos dias depois de prevalecer sobre Gingrich nos dois debates realizados no estado. A conquista na Flórida é importante. O estado representa 50 delegados na convenção republicana, que vai ocorrer em agosto, em Tampa, cidade da Flórida. Com esse triunfo e o de New Hampshire, o republicano já soma 84 delegados. Gingrich conta até agora 27 delegados, enquanto Santorum tem dez e Paul soma oito. São necessários 1.144 para obter a candidatura republicana.

O grande desafio agora para Romney será sustentar sua vitória nas próximas primárias. Gingrich, seu maior rival, no entanto, indicou que ainda não se rendeu e que continuará sua batalha. O ex-senador Rick Santorum – terceiro nas pesquisas – venceu no caucus de Iowa e Gingrich na Carolina do Sul. A próxima escala das primárias republicanas será no sábado, em Nevada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Sherlock

    Rei,
    Como você mesmo já disse, caso não seja o Romney o candidato opositor, o Obama já pode encomendar o terno da nova posse. Romney não é, claro, garantia de vitória republicana, mas dificulta um tanto o caminho do atual ocupante da Casa Branca.
    Mas há já algum tempo estou intrigado com o sumiço de Marco Rubio – assim que começaram a cogitar os nomes para concorrer com o Obama, ele me pareceu um nome bastante forte. Alguém sabe que fim levou o gajo?? Simplesmente sumiu, e sequer chegou às prévias! Achei estranho.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Sergio Caetano

    Alguém aí perguntou como pode um conservador ser mórmon. Os mórmons são um povo essencialmente conservador e republicano. Para se ter uma ideia, o único estado em que George W. Bush venceu em todos os condados foi Utah, que tem população predominantemente mórmon.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Sergio Caetano

    Ser conservador e ser de direita envolve ser defensor da liberdade de mercado, da cultura clássica (no sentido de racionalidade greco-romana, em oposição ao romantismo revolucionário), da moral judaico-cristã, da democracia parlamentar e do império das leis. Nesse sentido, enxergo Mitt romney como mais envolvido com esses princípios do que o Newt Gingrich. Gingrich atacou em demasia a riqueza de Romney como se fosse um mal. Além do mais tem uma vida privada muito questionável.
    Segundo Olavo de Carvalho:
    “O conservadorismo é, em essência, um freio às ambições prometéicas do movimento revolucionário e, mais genericamente, de todos os governantes. A modéstia e a prudência, a rejeição de toda mudança radical que não possa ser revertida em caso de necessidade, a recusa de elaborar grandes projetos de futuro que impliquem um controle do processo histórico, a concentração nos problemas mais imediatos e nas iniciativas de curto prazo, tais são os caracteres permanentes da política conservadora.”

    Curtir

  4. Comentado por:

    Sergio Caetano

    Marco Rubio desistiu e passou a apoiar abertamente a Mitt romney.

    Curtir