Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Militante petista agride repórter fotográfico. É a democracia do pescoção!

Na Folha: O repórter-fotográfico Moacyr Lopes Junior, da Folha, foi vítima de agressão de um militante do PT em caminhada do candidato a prefeito Fernando Haddad ontem à tarde, no centro. O ato teve ao menos três incidentes com violência próximo à praça da República, de onde os petistas iniciaram o trajeto a pé até a praça […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 07h42 - Publicado em 6 out 2012, 07h43

Na Folha:
O repórter-fotográfico Moacyr Lopes Junior, da Folha, foi vítima de agressão de um militante do PT em caminhada do candidato a prefeito Fernando Haddad ontem à tarde, no centro. 
O ato teve ao menos três incidentes com violência próximo à praça da República, de onde os petistas iniciaram o trajeto a pé até a praça da Sé.

Na rua 7 de Abril, o jornalista tropeçou e caiu junto com um militante da campanha. Ao se levantar, foi segurado pelo pescoço e recebeu uma “gravata” enquanto tentava preservar seu equipamento profissional. O candidato manifestou solidariedade ao repórter após saber do incidente. A coordenação da campanha disse não ter identificado o agressor, que usava camiseta vermelha e foi fotografado. O PT lamentou o episódio e apresentou pedido de desculpas.

Comento
Foi Bernardo Mello Franco quem narrou o que vai acima? Ele deveria ter empregado o critério a que recorreu para relatar (ver post na home) o episódio de violência de que Serra foi vítima em 2010: “O pescoço do repórter da Folha teria sido agarrado durante tumulto com simpatizantes do PT”…

Publicidade