Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Marina inventa teoria conspiratória para tentar impedir aprovação do Código Florestal

Marina Silva, a Santa do Pau Oco da Floresta, demonstra que, definitivamente, não tem grande apreço pelos fatos, pela verdade. Segundo disse esta gigante da bondade à revista Época, o governo fez um acordo para votar o Código Florestal só para tentar livrar a cara de Antônio Palocci.  Como uma coisa se relaciona com a […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 11h55 - Publicado em 21 Maio 2011, 07h17

Marina Silva, a Santa do Pau Oco da Floresta, demonstra que, definitivamente, não tem grande apreço pelos fatos, pela verdade. Segundo disse esta gigante da bondade à revista Época, o governo fez um acordo para votar o Código Florestal só para tentar livrar a cara de Antônio Palocci.  Como uma coisa se relaciona com a outra? Ela não diz. Nem poderia. É puro delírio!

A ligeireza com que esta senhora saca contra a honra alheia — só para fazer o bem, é claro! — é impressionante. Na entrevista, diz que Aldo Rebelo só acusou o seu marido de envolvimento com tráfico de madeira para constrangê-la. E emendou: “Quiseram fazer comigo o que estão tentando fazer com o ministro Palocci.” E o que seria?

Leiam trecho da resposta:
“Estão querendo usar o ministro Palocci. Nada justifica querer pressionar o governo usando esse artifício. Estranhamente, esse assunto entrou na pauta e, em seguida, foi feito um acordo para votar o Código com a garantia da liberação vergonhosa de atividades econômicas dentro da floresta.”

Vai ver as denúncias que pesam contra o ministro fazem parte de uma grande conspiração dos ruralistas. Tenha paciência! A esmagadora maioria do Congresso já queria votar o Código na semana passada e foi atropelada pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Ocorre que Marina não se conforma em ser minoria e em perder uma votação. Afinal, ela é a fonte de todo bem da Terra, a porta-voz da Mãe Natureza!

Ela não se conforma é com a democracia.

Continua após a publicidade

Duas vezes a vestal foi ao Palácio do Planalto e conseguiu, numa conversa com Palocci, adiar a votação. Já deixou claro que não considera o Congresso o fórum adequado para debater o Código. Para Marina, o verdadeiro Parlamento a definir o novo código são as ONGs internacionais que a paparicam.

Publicidade