Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Lula me dá razão e deixa claro que antecipação da “cura” é mesmo para proteger Haddad. Ou: um jornalismo como nunca houve na história “destepaiz”

Depois de algum tempo nesta profissão, sei mais ou menos como são as coisas. Anteontem, quando os médicos anunciaram que o câncer de Lula havia sumido e quando veio a público um vídeo em que ele se dizia curado, escrevi aqui o texto “Anúncio da “cura” do câncer de Lula e vídeo fazem parte da […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h13 - Publicado em 30 mar 2012, 06h29

Depois de algum tempo nesta profissão, sei mais ou menos como são as coisas. Anteontem, quando os médicos anunciaram que o câncer de Lula havia sumido e quando veio a público um vídeo em que ele se dizia curado, escrevi aqui o texto “Anúncio da “cura” do câncer de Lula e vídeo fazem parte da “Operação Salva Gugu-Haddad“. Leitores, alguns deles admiradores do blog, comentaram: “Reinaldo, acho que você está exagerando um pouco”. Pois é… Eu sei como esses caras funcionam. Já os vi de bem perto, nunca se esqueçam disso.

Eis que, no Estadão Online (e talvez o texto esteja na versão impressa desta sexta), leio um texto de Daiene Cardoso cujo título é este: Lula se prepara para embate eleitoral e escolhe Serra como alvo. Bingo! Quem aí está surpreso? O único objetivo de antecipar o espetáculo da cura foi mesmo dar um gás na candidatura de Fernando Haddad. E o texto de Daiene não perde a viagem, não! Serra já começou a apanhar de Lula. Haddad ainda não sabe se defender sozinho. Precisa do irmão mais forte, precisa chamar a mãe — no caso, o pai.

O jornalismo brasileiro passa por uma fase inédita também. Se vocês lerem a reportagem, ficarão sabendo que Lula recebeu no hospital Sírio-Libanês as visitas do governador do Rio, Sérgio Cabral, e do prefeito da Capital, Eduardo Paes (PMDB). No Instituto Lula, falou com os senadores petistas Jorge Viana (AC) e Walter Pinheiro (BA). Muito bem! Seu estado de ânimo é excelente; ele não vê a hora de viajar pelo Brasil; nunca antes na história destepaiz houve um Lula que se “curou” do câncer como ele e coisa e tal etc ao quadrado…

Mas atenção! Essa matéria já foi dada umas 300 vezes, não? O lead é outro. Daiene informa que Lula afirmou o seguinte, entre aspas: “Serra é um político de ontem com ideias de anteontem”. Certo! E para quem ele disse isso? Cabral, Paes, Viana ou Pinheiro? A repórter não conta. Foi para “interlocutores”. Se é contra Serra, vale até fala entre aspas dita pra ninguém. Anteontem, a mensagem do Babalorixá de Banânia era outra: “Se bem explorada, a renúncia de Serra em 2006 pode render frutos ao PT”. O Apedeuta pode ficar tranquilo. Os “companheiros” jornalistas se encarregam disso!

No jornalismo do diz-que-diz-que, Lula pode, se quiser, ficar em casa, sentado como um paxá, disparando aspas contra Serra, seu alvo fixo.

Se não me engano, foi no Estadão que li a análise de três “cientistas políticos” que afirmavam, ora vejam!, que Fernando Haddad é a renovação. Nem diga! Esse rapaz inova de tal sorte que sua campanha foi terceirizada. É Lula quem está disputando a eleição por ele.

Nunca antes na história destepaiz nem da imprensa!!! O jornalismo está com saudade de Assis Chateaubriand e Samuel Wainer. Estes, ao menos, nunca fingiram uma isenção que não tinham.

Continua após a publicidade

Publicidade