Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Loló: “Só não vale me matar”

Enquanto Tarso Genro continuar a dar combustível a Heloísa Helena, a nossa Joana D’Arc das Alagoas vai encontrando em seu estoque retórico o que lhe falta em propostas. Em um pequeno comício em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, atirou: “Estou ficando meio cansada de, ao invés de trabalhar para justificar o salário que ganho, ao […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h23 - Publicado em 31 jul 2006, 17h26
Enquanto Tarso Genro continuar a dar combustível a Heloísa Helena, a nossa Joana D’Arc das Alagoas vai encontrando em seu estoque retórico o que lhe falta em propostas. Em um pequeno comício em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, atirou: “Estou ficando meio cansada de, ao invés de trabalhar para justificar o salário que ganho, ao invés de ir ao palanque com o povo brasileiro, explicar os mensaleiros, trambiqueiros, sanguessugas. Tem que parar de ficar batendo em mim na imprensa todo dia. Isso é muito feio. Quero fazer um apelo: só não vale me matar, porque dizem que ali tem de tudo. Sou mãe de família, quero continuar criando os meus filhos. Portanto, no vale tudo, não vale mandar me matar, porque sei que são capazes de mentir, de caluniar“. Em tempo: eu e Heloísa Helena pensamos a mesma coisa sobre o ProUni. Tarso acha que é coisa de gente udenista. A senadora acredita que é uma análise de esquerda. O mundo é confuso.
Publicidade