Clique e assine com até 92% de desconto
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Lewandowski autoriza realização de perícia nas contas das pedaladas

O presidente do STF negou também recurso de Miguel Reale Júnior e Janaina Paschoal

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 22h31 - Publicado em 14 jun 2016, 14h59

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, a quem cabe deliberar questões do rito do processo de impeachment, autorizou a realização de perícia solicitada pela defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff, na Comissão Especial de Impeachment, que havia sido rejeitada pela maioria do colegiado. O estudo irá se ater exclusivamente aos fatos contidos na denúncia contra Dilma e será feito por três consultores do Senado num prazo de dez dias.

Ainda hoje, Lewandowski, negou recurso apresentado pelos autores da denúncia pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff, Miguel Reale Júnior e Janaina Paschoal, contra decisão da Comissão Especial do Impeachment no Senado que deferiu o prazo de 24 horas para que a defesa da acusada substituísse testemunhas previamente arroladas. O ministro argumentou que a substituição de testemunhas de acusação e de defesa é plenamente admissível, desde que devidamente justificada, como foi no caso.

Publicidade