Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

LEIAM ABAIXO

— O quadro se agrava para Dilma; cresce o bochicho sobre renúncia ou impeachment, e lá vem o Cardozo dar pedaladas jurídicas; — Em convenção nacional, PSDB expõe a herança maldita do PT e se diz preparado para tirar o país da lama; — A Grécia expõe a fragilidade institucional da Zona do Euro; Thatcher […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 01h00 - Publicado em 6 jul 2015, 08h59

O quadro se agrava para Dilma; cresce o bochicho sobre renúncia ou impeachment, e lá vem o Cardozo dar pedaladas jurídicas;
Em convenção nacional, PSDB expõe a herança maldita do PT e se diz preparado para tirar o país da lama;
A Grécia expõe a fragilidade institucional da Zona do Euro; Thatcher previu o imbróglio numa magnífica atuação no Parlamento, em 1990. Assista a vídeo;
Banco decidiu encerrar contas de cooperativa que já foi presidida por Vaccari por suspeita de lavagem;
Lula continua a assombrar Dilma e não se dá conta de que hoje é vítima da cultura que ele próprio criou;
Justiça erga omnes ou humilhação erga omnes?;
Justiça nega habeas corpus a Dirceu. Entenda a natureza da coisa;
 MAIORIDADE PENAL – Presidente da OAB e parlamentares de esquerda se unem contra a esmagadora maioria da população, contra a Constituição, contra o Regimento da Câmara e contra a jurisprudência do Supremo. Dizer o quê? Vão estudar!;
 Youssef diz à Justiça Eleitoral que o PT o procurou para repatriar R$ 20 milhões para a campanha de Dilma. Questão: Força-tarefa da Lava-Jato deve explicações;
 MINHA COLUNA NA FOLHA – O “thomaspikettysmo” dos bacanas;
 Ô Cardozo! Deixe de firula! Quem quer sair não fica mandando recadinho. Sai. E eu não choro!;
 Petição do MP que pede a manutenção de prisão de diretores da Odebrecht conta, a meu ver, história da Carochinha, que interessa ao PT;
 #prontofalei – Maioridade penal: Câmara se alinha com a sociedade;
 Dilma é hostilizada por dois brasileiros na Universidade Stanford;
 Promotoria tenta provar a desnecessidade da redução da maioridade penal e consegue fazer justamente o contrário

Publicidade