Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Justiça bloqueia R$ 28 milhões de Mônica Moura e R$ 2,7 milhões de João Santana

"Caixa" do marqueteiro do PT, mulher de Santana é quem mantinha mais recursos em nome próprio em bancos sediados no Brasil

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 23h25 - Publicado em 29 fev 2016, 20h43

Por Felipe Frazão, na VEJA.com:
Em cumprimento a uma ordem do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, o Banco Central comunicou nesta segunda-feira que bloqueou mais de 28 milhões de reais em quatro contas de Mônica Moura, mulher e “caixa” do marqueteiro do PT, João Santana. O valor é dez vezes superior ao encontrado em contas vinculadas ao CPF de João Santana no país: 2,7 milhões de reais, também congelados.

Mônica Moura é sócia do marido nas empresas dele e atuava como o cérebro financeiro do casal – ela se dedicava a tarefas burocráticas e controlava as contas, enquanto Santana se concentrava na criação das campanhas, conforme reportagem de VEJA desta semana.

O juiz havia determinado o bloqueio de até 25 milhões de reais em cada conta dos investigados. A Justiça Federal também conseguiu bloquear 407.305,17 reais da Polis Propaganda & Marketing, empresa que Santana usava para prestar serviços a políticos no Brasil. O BC não encontrou contas relacionadas a outra empresa do casal, a Santana & Associados Marketing e Propaganda Ltda. Ao todo, Moro indisponibilizou 31.918.819,61 de reais do casal.

Também tiveram valores bloqueados o operador Zwi Skornicki, que repassou ao casal 4,5 milhões de dólares no exterior a mando da empreiteira Odebrecht, e uma empresa dele e de familiares, a Eagle do Brasil: foram 4,4 milhões de reais no CPF dele e mais 534.936,57 reais no CNPJ da empresa.

Responsável por controlar os pagamentos da Odebrecht em contas secretas, o funcionário Fernando Migliaccio da Silva teve 1,9 milhão de reais bloqueados.

Valores bloqueados de alvos da 23ª fase da Operação Lava Jato

Continua após a publicidade

Contas de Mônica Moura no Bradesco, BTG Pactual, Itaú e Caixa: 28.755.087,49 de reais

Contas de João Santana no Bradesco e no Itaú: 2.756.426,95 de reais

Contas de Zwi Skornicki no Itaú e na Caixa: 4.400.119,76 de reais

Contas de Fernando Migliaccio da Silva no Bradesco, Citibank, Caixa e Itaú: 1.984.879,54 de reais

Conta da Polis Propaganda & Marketing Ltda no Bradesco: 407.305,17 reais

Conta da Eagle do Brasil Ltda no Itaú: 534.936,57 reais

Continua após a publicidade
Publicidade