Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Jorge Zelada é denunciado novamente por corrupção e lavagem de dinheiro

O ex-diretor da Petrobras já foi condenado por outra ação da Lava Jato a 12 anos de prisão

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 21h17 - Publicado em 22 nov 2016, 16h24

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro denunciou o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Ele é acusado de ter embolsado dinheiro por fora em uma negociação entre a estatal e o estaleiro Jurong, de Cingapura. De acordo com a Procuradoria, Zelada recebeu 3,3 milhões de dólares por ter ajudado a Jurong a conseguir um aditivo no contrato de conversão de um navio na plataforma P-50, em 2006. Zelada está preso desde julho de 2015 pela Lava Jato. Em fevereiro deste ano, o juiz Sergio Moro o condenou a 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, referente a desvios em contrato para a construção de navio-sonda da SBM.

Publicidade