Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Greve no Rio – Luiz Fux concede liminar que suspende corte de salário de grevistas. Entra, assim, no cordão dos insensatos, que cada vez aumenta mais

O ministro Luiz Fux, do STF, acaba de conceder uma liminar que suspende o corte de ponto dos grevistas da rede estadual do Rio. Fux convocou ainda uma audiência de conciliação. Mais tarde escreverei sobre a onda populista que toma conta da Justiça e que alimenta, na prática, o vandalismo nas ruas. Com todo respeito […]

O ministro Luiz Fux, do STF, acaba de conceder uma liminar que suspende o corte de ponto dos grevistas da rede estadual do Rio. Fux convocou ainda uma audiência de conciliação. Mais tarde escreverei sobre a onda populista que toma conta da Justiça e que alimenta, na prática, o vandalismo nas ruas. Com todo respeito ao ministro, trata-se de uma decisão insana.

Parece brincadeira. O chamado não desconto dos dias parados transforma greve em decisão cartorial. Nem os chamados sindicalistas do ABC, cujo líder máximo foi Lula — e olhem aonde ele chegou —, reivindicavam tal despropósito. Ao contrário até: faziam-se fundos de greve e coleta de alimentos para entregar aos grevistas.

Ora, quem decide parar decide também correr o risco. Em 2011, o governo decidiu descontar os dias parados dos grevistas dos Correios. A ministra Miriam Belchior repetiu, então, frase do próprio Lula, dita em 2007: “Greve não é férias. Quem toma a decisão de fazer greve sabe que pode ter de pagar por elas. O presidente Lula já dizia, greve não é férias”.

Não para o ministro Fux. Sem, ao menos, uma “audiência de conciliação” — e notem que não se trata de uma divisão da Justiça do Trabalho, mas da corte suprema do Brasil —, fica preservado, então, o suposto direito de receber mesmo sem trabalhar.

É um escárnio. Na madrugada, farei um texto indagando o que, afinal, querem os juízes. Para essa pergunta, aposto, nem Freud teria uma resposta.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s