Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fralda ou fraude, o conteúdo é o mesmo, certo?

Vocês se lembram da “Velha Surda” da Praça da Alegria? Esta história chega a ser divertida de tão patética. Leiam. Volto em seguida: Dilma confunde “fralda” com “fraude” e não responde pergunta de jornalista Por Graciliano Rocha: A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, confundiu “fralda” com “fraude” e deixou sem resposta […]

Vocês se lembram da “Velha Surda” da Praça da Alegria? Esta história chega a ser divertida de tão patética. Leiam. Volto em seguida:

Dilma confunde “fralda” com “fraude” e não responde pergunta de jornalista

Por Graciliano Rocha:
A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, confundiu “fralda” com “fraude” e deixou sem resposta a pergunta de um jornalista na entrevista coletiva que concedeu em Porto Alegre, onde ontem nasceu seu primeiro neto. No início da entrevista, Dilma brincou dizendo que falaria sobre “fraldas, banhos e mamadas” e afirmou que o nascimento de Gabriel foi o momento mais feliz de sua vida.

Cerca de 25 minutos depois, quando o encontro com os jornalistas estava no final, um repórter da Rede Record começou a perguntar “sobre fraldas”, e a candidata o interrompeu, aparentemente pensando que se tratava de alguma questão relacionada ao escândalo de quebra de sigilo de tucanos na Receita Federal.

“Eu não falo mais sobre fraudes, vocês me desculpem, vocês perguntem isso para o meu adversário, que isso é a pauta dele”, disse, deixando o local.

Dilma também disse que o uso de imagens de Gabriel, no programa eleitoral, dependerá da autorização de sua filha Paula, “que tem a vida particular dela e não é política”. A filha da candidata é procuradora do Trabalho.

“Em princípio eu não pretendo usar [imagem do neto na TV]”, disse a petista.

Comento primeiro a fralda
Imaginem se algum repórter da Macedão News perguntaria algo incômodo à candidata do dono da Lula News! Isso jamais aconteceria. Mas Dilma, como se nota, está com o pé atrás. Era só uma frivolidade qualquer, obediente à pauta petista mas ela se zangou. Se Dilma for eleita, também haverá diversão.

Agora a fraude
Notem que a candidata não pretende usar o neto “em princípio”. Mas, se for o caso, usa… Isso faz dela uma vovó tão extremosa, não é mesmo? O neto já virou uma equação eleitoral, um fator de ajuste da campanha. O que a faria mudar de idéia? Huummm… Digamos que as pesquisas voltassem a apontar a possibilidade de haver um segundo turno: aí acho que o neto entra. Tudo fica como está, os números não se mexem? Aí a criança pode ser preservada. Não é que os petistas não tenham ética, gente. Trata-se de uma ética diferente, entenderam?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s