Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Filiado tucano faz a coisa certa, convoca militantes do partido a defender o governo do Estado, mas imprensa paulistana empresta à coisa ares de escândalo. Tucano só pode apanhar, nunca se defender!

A imprensa paulistana, claro!, trata com certo esgar de escândalo (a que ponto chegamos!) um e-mail enviado por um militante tucano a outros militantes tucanos convidando-os a defender o governo de São Paulo e o governador Geraldo Alckmin. Onde já se viu? É um absurdo! Como podem os tucanos, agora, começarem a se defender dos […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h36 - Publicado em 3 fev 2012, 19h28

A imprensa paulistana, claro!, trata com certo esgar de escândalo (a que ponto chegamos!) um e-mail enviado por um militante tucano a outros militantes tucanos convidando-os a defender o governo de São Paulo e o governador Geraldo Alckmin.

Onde já se viu? É um absurdo! Como podem os tucanos, agora, começarem a se defender dos ataques da extrema esquerda? Isso não se faz ! Tucano tem de apanhar calado! Os únicos com direito a se manifestar são os “companheiros” e os “camaradas”, ora! Alguém aí acha que e-mail de petista convocando petista seria notícia? Pois bem…

Leiam o que informa Daniela Lima, na Folha Online. Volto em seguida.

Um membro da executiva municipal do PSDB de São Paulo convocou mais de 800 filiados do partido na zona leste da cidade a “defender” o governador Geraldo Alckmin de manifestantes neste sábado, quando ele cumprirá agenda na região. “Vamos todos pra lá, tucanada. Bateu, levou e não tem conversa”, afirma Edson Marques, o tucano que assina o e-mail.  Ele compara Alckmin a Covas. “Foi assim que acabamos com a patifaria contra o Covas em 2000. Nos juntamos, mobilizamos a velha e aguerrida tropa de choque e partimos pro pau”, descreve o militante no e-mail.

A mobilização é uma resposta aos protestos organizados nas últimas duas semanas contra ações do governo no Pinheirinho, em São José dos Campos, na cracolândia e na USP (Universidade de São Paulo).  Segundo Marques, tucanos do Jardim Helena souberam que integrantes do PSTU, PSOL e PT organizavam protesto para a agenda amanhã. “Eles podem protestar, mas não vamos permitir que encostem um dedo no nosso governador. Se o fizerem, terão resposta a alrura”, disse.

O presidente municipal do PSDB, Julio Semeghini, disse que o e-mail enviado por Marques não representa a posição do partido. “É uma manifestação pessoal dele. Somos contra qualquer tipo de incitação à violência. Não queremos esse tipo de coisa”, afirmou.

Voltei
Se o mais “agressivo” da mensagem é o que vai na reportagem da Folha Online, cadê a “incitação à violência”??? “Violência” é o que têm promovido as seitas de extrema esquerda. Violência e mentira!

Até porque, esse negócio de “bater neles na ruas e nas urnas” é divisa de petista, de José Dirceu. Entendo que Semeghini não queira confronto físico. É o certo. Mas deixe que os petistas e as seitas extremistas se encarreguem de censurar a mensagem.

Continua após a publicidade
Publicidade