Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estado policial 1 – Gilberto Carvalho tenta pautar a imprensa contra os tucanos, diz que só o Estadão trabalha direito e admite sem querer: mensalão usou dinheiro público!

É impressionante! Nunca se viu nada parecido. Nem durante a ditadura algo semelhante ocorreria. Gilberto Carvalho, nada menos do que secretário-geral da Presidência, veio a público nesta quinta para dar um pito na imprensa. Segundo este homem isento, o jornalismo não está dando a devida atenção à questão do cartel para a compra de trens […]

É impressionante! Nunca se viu nada parecido. Nem durante a ditadura algo semelhante ocorreria. Gilberto Carvalho, nada menos do que secretário-geral da Presidência, veio a público nesta quinta para dar um pito na imprensa. Segundo este homem isento, o jornalismo não está dando a devida atenção à questão do cartel para a compra de trens em São Paulo. Isso ocorre um dia depois de José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, ter prestado um depoimento na Câmara. Também um dia depois, um e-mail é vazado pela Polícia Federal — chefiada por Cardozo — ao qual se pretende emprestar as tintas do escândalo (no próximo post, trato do assunto). E NÃO HÁ NO REFERIDO TEXTO UM SÓ INDÍCIO DE CRIME. Na sua intervenção, é bem verdade, Gilberto Carvalho poupa um veículo. Ele está gostando muito do trabalho feito pelo Estadão.

Na sua fala indecorosa, Carvalho resolveu comparar a questão do cartel com o mensalão. Afirmou, segundo informa o próprio Estadão:
“Você compara o tratamento que a imprensa tem dado ao caso de São Paulo e ao caso do pessoal do PT, veja a diferença. Tirando o (jornal) O Estado de S. Paulo, não se pergunta pelo crime, se recrimina o acusador. Em São Paulo os volumes de recursos públicos passíveis dessa acusação são muito, muito maiores do que os recursos públicos em jogo no caso do mensalão”, afirmou.”

Retomo
Trata-se de uma mentira asquerosa. O caso está em todos os veículos de comunicação, EMBORA AINDA ESTEJA EM FASE DE INVESTIGAÇÃO. O Jornal Nacional, por exemplo, trata do assunto TODOS OS DIAS, com a fórmula que já se tornou um clássico: os contratos foram feitos “durante as gestões de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra, todos do PSDB”.

Gilberto Carvalho está tentando pautar a imprensa. E vai conseguir. Setores importantes do jornalismo são reféns do tribunal do partido. Sem contar que o PT conta com a máquina suja dos blogs e sites financiados por gestões petistas e por estatais.

É mentira! Todos os veículos de comunicação tratam do assunto, embora:
1: a apuração se dê no Cade e seja sigilosa;
2: exista um inquérito em curso na Polícia Federal, cujos dados são também sigilosos.

Apesar de tanto sigilo, diariamente são pinçados elementos tanto da apuração do Cade como do inquérito para incriminar os adversários do PT. Volto ao assunto no próximo post.

Destaco, finalmente, que Gilberto Carvalho é o primeiro petista a admitir que houve, sim, uso de dinheiro público no mensalão. Admitiu sem querer, mas admitiu:
“Em São Paulo os volumes de recursos públicos passíveis dessa acusação são muito, muito maiores do que os recursos públicos em jogo no caso do mensalão”.

É? Digamos que isso venha a se provar verdade: porque, então, os petistas teriam roubado menos, eles mereceriam perdão? É por isso que o PT, partido de que Carvalho é um dos chefões, vai fazer um ato de desagravo aos mensaleiros em seu 5º Congresso, na semana que vem? Porque roubaram menos?

Esse é o primeiro post. Volto ao assunto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s