Clique e assine com 88% de desconto
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Em e-mail a presidente do PSDB, FHC diz nada temer

“Tendo sido veiculado pela mídia que setores do PSDB estariam preocupados com desdobramentos da CPI sobre os cartões corporativos ou outras formas de gasto público no período de meu governo e, em particular, despesas incorridas por mim ou por membros de minha família, desejo informar-lhe, e pedir que transmita a nossos companheiros, que não vejo […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 23 fev 2017, 08h48 - Publicado em 15 fev 2008, 04h41
“Tendo sido veiculado pela mídia que setores do PSDB estariam preocupados com desdobramentos da CPI sobre os cartões corporativos ou outras formas de gasto público no período de meu governo e, em particular, despesas incorridas por mim ou por membros de minha família, desejo informar-lhe, e pedir que transmita a nossos companheiros, que não vejo motivos para qualquer preocupação nesse sentido (…) Quanto aos gastos normais da máquina pública, inclusive no que diz respeito aos incorridos na manutenção dos palácios, nunca foram objeto de determinações específicas nossas. Se, eventualmente, não seguiram as regras e trâmites normais, é bom que isso seja identificado e esclarecido, para que os erros não se repitam”.

O que vai acima é trecho do e-mail enviado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), em que diz não temer a CPI. FHC tem experiência política e faz o certo, o que não me impede de apontar o surrealismo da situação. Mais de cinco anos depois de ele deixar o poder, uma comissão mista será instalada para verificar não a denúncia de um caso, ou de dez, mas se houve alguma irregularidade no seu governo. É a CPI em busca de motivos para justificar a CPI.

Publicidade