Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Eles na TV: é só bater direito, que eles gritam

Como é mesmo? O PT não responderia a ataques? Não responde só quando não dói. Se doer, dá até resposta preventiva, a exemplo do que fez no horário eleitoral deste sábado. Sabendo que Geraldo Alckmin havia ido à BR 316, no trecho que passa pelo Maranhão, onde o Jornal Nacional havia acabado de constatar a […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h14 - Publicado em 9 set 2006, 22h44
Como é mesmo? O PT não responderia a ataques? Não responde só quando não dói. Se doer, dá até resposta preventiva, a exemplo do que fez no horário eleitoral deste sábado. Sabendo que Geraldo Alckmin havia ido à BR 316, no trecho que passa pelo Maranhão, onde o Jornal Nacional havia acabado de constatar a lástima, o partido de Lula acusou a “demagogia” do adversário antes mesmo que o programa do tucano fosse ao ar. Até ali, Lula seguia o padrão “Brasil Grande” da ditadura militar. Lula não faz campanha, mas ameaça: se ele não for reeleito, nada do que está em curso continua. E isso o TSE deve achar normal e parte da liberdade de expressão. Mas não se pode dizer que os mensaleiros eram da turma de Lula…

A ameaça tem como alvo os beneficiários do Bolsa Família. É uma chantagem com os miseráveis. Inventaram ainda uma outra maneira de mentir menos: jogam o número de obras do governo nas alturas e dizem que elas foram ou “estão sendo” realizadas. Bem, “estão sendo” é pau para toda obra, certo? É o caso da Universidade Federal do ABC. Passei em frente ao terreno agora há pouco. “Está sendo realizada”… Trata-se de um terreno que pertencia à Garagem Municipal, em Santo André. Sempre foi murado. A obra “está sendo” feita? Sim. Já pintaram uma placa dizendo que ali será a universidade um dia. O programa de Lula também atribui a ele a auto-suficiência de petróleo. No dia em que vem à luz a matéria da Veja que demonstra que dinheiro público imprimiu material de propaganda do partido, Lula promete “continuar o combate à corrupção”. Fazer o quê? Segundo o Datafolha, 44% dizem que ele é o mais preparado para governar o Brasil. Lula se considera ungido. Preparado? Nem ele ousaria tanto…

Alckmin
O PSDB soube aproveitar direito o descalabro da BR 316, uma das rodovias federais em petição de miséria. O bilionário programa tapa-buraco de Lula, obviamente, não dá conta de casos como o mostrado tanto no JN como no programa de Alckmin. Ali, não é possível maquiar a realidade. Alckmin estava na estrada, com jeans, no meio do povo. Funcionou. Aliás, sempre que o programa avança no pescoço de Lula, a coisa funciona.

Houve outras críticas, aí mais genéricas e mais leves. Eu realmente tenho curiosidade de saber como o grande público, até mesmo os beneficiários do Bolsa Miséria, reagiriam ao caso Lulinha, o agora milionário dono da Gamecorp. A Telemar, de que o BNDES (banco público) é sócio, fez um negócio de pai para filho com o rapaz. Só que ele é filho de Lula, não da Telemar…

Bem, de todo modo, o programa de Alckmin teve pegada, Mas poderia ter sido bem mais duro. Ademais, a gente viu: quando o soco pega no fígado, eles reagem.

Continua após a publicidade
Publicidade