Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Eleição livra gangue do dossiê da cana agora

Freud Godoy, segurança pessoal de Lula: Jorge Lorenzetti, analista de mídia e risco da campanha de Lula; Osvaldo Bargas, também do seu comitê de campanha e amigo pessoal; Expedito Veloso, ex-diretor do Banco do Brasil; o ex-policial Federal Gedimar Passos e Valdebran Padilha — os dois últimos presos com a dinheirama do dossiê fajuto — […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h10 - Publicado em 26 set 2006, 23h26
Freud Godoy, segurança pessoal de Lula: Jorge Lorenzetti, analista de mídia e risco da campanha de Lula; Osvaldo Bargas, também do seu comitê de campanha e amigo pessoal; Expedito Veloso, ex-diretor do Banco do Brasil; o ex-policial Federal Gedimar Passos e Valdebran Padilha — os dois últimos presos com a dinheirama do dossiê fajuto — tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal de Mato Grosso. Se a decisão judicial continuar em vigor, a detenção só será executada na quarta-feira após a eleição. Segundo a legislação eleitoral, cinco dias antes e dois dias depois do pleito, as prisões só podem ser feitas em caso de flagrante. Ou seja: a regra começou a valer hoje. Se a decisão tivesse sido tomada ontem, eles já estariam em cana. É uma pena que a Justiça não tenha levado a sério a afirmação de Lula. Segundo o presidente, o culpado de tudo é Ricardo Berzoniev, que deveria estar no grupo, certo?
Publicidade