Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eleição 2014 – Há diferenças brutais entre os números do Ibope e do Datafolha de há menos de duas semanas, especialmente no 2º turno

O Folha publicou no dia 12 deste mês uma pesquisa feita pelo Datafolha. No cenário em que os candidatos são Dilma, Aécio e Campos, os números são estes, respectivamente: 42%, 21% e 15%. No Ibope que veio à luz nesta quinta, 41%, 14% e 10%. Os índices atribuídos a Dilma coincidem. Aécio aparece com 7 […]

O Folha publicou no dia 12 deste mês uma pesquisa feita pelo Datafolha. No cenário em que os candidatos são Dilma, Aécio e Campos, os números são estes, respectivamente: 42%, 21% e 15%. No Ibope que veio à luz nesta quinta, 41%, 14% e 10%. Os índices atribuídos a Dilma coincidem. Aécio aparece com 7 pontos a menos, e Campos, com 5. A discrepância é grande, ainda que não se possam comparar pesquisas distintas (já digo por quê).

No cenário em que a presidente disputa com Marina e Aécio, os números do Datafolha são estes: 39%, 29% e 17%. No Ibope, 39%, 21% e 13%. Nesse caso, o número bastante discrepante é o que diz respeito a Marina.

Quando Dilma disputa com Serra e com Campos, aponta o Datafolha: 40%, 25% e 15%. No Ibope, 40%, 18% e 10%. Observem que a presidente tem marca idêntica nos dois institutos, mas Serra teria 7 pontos a menos; Campos, 5.

No quarto cenário, com Dilma, Marina e Serra — o único do Ibope em que pode haver segundo turno —, registra o Datafolha: 37%, 28% e 20%. No Ibope, 39%, 21% e 16%. Dilma varia pouco; Marina tem 7 a menos.

Vamos ver
Na pesquisa do Datafolha, só um cenário não levaria ao segundo turno, justamente o considerado mais provável: Dilma, Aécio, Campos. Na pesquisa do Ibope, nenhum leva ao segundo turno, exceto o considerado menos provável.

É claro que não escapa a ninguém que Dilma obtém marcas quase idênticas, não importam os adversários. O que varia muito são os números dos demais postulantes. Aécio pode ter 4 ou 7 pontos a menos, como Serra; Marina 7 ou 8 pontos; Campos, 5 nos dois casos.

Como explicar?
Cotejando pesquisas de institutos diferentes, não se pode dizer que fulano cai, sobe ou fica na mesma. Deve-se tomar cada uma como o retrato do momento em que foi feita — nesse caso, com quase duas semanas de diferença. O Brasil deve ter 130 milhões de eleitores. É aceitável que Marina, por exemplo, possa ter perdido 10,4 milhões (8 pontos) em menos de 15 dias — essa perda pode ser dois pontos menor ou dois pontos maior?

A pesquisa Datafolha, é fato, foi feita não muito tempo depois de uma forte presença de Aécio na TV e estava, digamos, em cima da filiação de Marina Silva ao PSB. Campos também apareceu bastante. Digamos que isso tenha influenciado o leitor há duas semanas. Mas como explicar, nesse caso, a variação de Serra, banido da televisão e tratado como não pré-candidato  pelos jornais e por setores do seu partido? Não sei.

Segundo turno
Se as discrepâncias no primeiro turno chamam a atenção, as do segundo impressionam.
No Datafolha
Dilma 47% X 41% Marina
Dilma 51% X 33% Serra
Dilma 54% X 31% Aécio
Dilma 54% X 28% Campos

No Ibope
Dilma 42% X 29% Marina
Dilma 44% X 23% Serra
Dilma 47% X 19% Aécio
Dilma 45% X 18% Campos

Os números de Dilma são bastante distintos no Ibope — curiosamente, substancialmente menores, apesar da safra de notícias favoráveis e da presença maciça na imprensa. Os índices de seus opositores, no entanto, parecem-me espantosamente baixos. Marina sai de uma situação em que se poderia até apostar na possibilidade de um vindouro empate técnico para uma derrota convincente. No Datafolha, a diferença entre Serra e Dilma é de 18 pontos; no Ibope, 21. Aécio tem 23 pontos a menos do que a petista no primeiro instituto; no segundo, 28! Campos, na pesquisa de há duas semanas, está 26 pontos atrás; na divulgada nesta quinta, 27. Ainda que dentro da margem de erro, o senador mineiro seria o adversário mais fácil de vencer.

A forte presença de Aécio, Marina e Campos na tal mídia quando se fez o levantamento do Datafolha pode explicar números tão distintos? Mas por que a própria Dilma aparece com muito menos no Ibope (segundo turno), embora a vitória seja mais folgada nesse instituto, dados os números magros dos outros?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s