Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Dnit pagará R$ 200 milhões a ex-tesoureiro de Blairo Maggi

Por João Carlos Magalhães e Breno Cota, na Folha: Uma empresa do ex-tesoureiro de campanha do senador Blairo Maggi (PR-MT) assinou no ano passado contrato de R$ 206,4 milhões com o Ministério dos Transportes, que o congressista pode assumir após a queda do ex-ministro Alfredo Nascimento. A empresa é a Lotufo Engenharia, que tem como […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 11h24 - Publicado em 8 jul 2011, 07h49

Por João Carlos Magalhães e Breno Cota, na Folha:
Uma empresa do ex-tesoureiro de campanha do senador Blairo Maggi (PR-MT) assinou no ano passado contrato de R$ 206,4 milhões com o Ministério dos Transportes, que o congressista pode assumir após a queda do ex-ministro Alfredo Nascimento. A empresa é a Lotufo Engenharia, que tem como sócio Mauro Carvalho, também filiado ao PR. Ele coordenou as finanças da campanha de reeleição de Blairo ao governo de Mato Grosso, em 2006. No momento da concorrência e da assinatura do contrato, o diretor-geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) era Luiz Pagot, amigo de Carvalho e nomeado por indicação do senador.

Pagot foi afastado no último sábado por ordem da presidente Dilma Rousseff. Antes de ele assumir o Dnit, a Lotufo nunca havia ganho licitações federais. Em abril de 2010, um consórcio que reunia as empreiteiras Lotufo, Agrimat e Cavalca venceu concorrência do Dnit para “implantação, pavimentação e restauração” da BR-163 no Pará. O contrato foi assinado em junho. Três meses depois, a Lotufo registrou na Justiça Eleitoral sua única doação no ano passado: R$ 250 mil para Blairo Maggi. O primeiro pagamento à Lotufo (R$ 128,5 mil) saiu em outubro, após a eleição do senador. Mauro Carvalho representa a empresa na Federação das Indústrias de Mato Grosso e frequenta suas reuniões, segundo uma funcionária. Aqui

Publicidade