Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Dilma Rousseff agora tem um ministro oficialmente investigado; nem o Apedeuta chegou a tanto. Ela está esperando o quê?

Pronto! Agora Dilma tem um ministro que está sendo oficialmente investigado. A ministra Carmen Lúcia, do STF, aceitou pedido do Ministério Público para a abertura de inquérito para investigar irregularidades no Ministério do Esporte. A gestão de Agnelo Queiroz (PT), antecessor de Orlando Silva e atual governador do DF, também está na mira. Carmem Lúcia […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 10h23 - Publicado em 25 out 2011, 15h06

Pronto! Agora Dilma tem um ministro que está sendo oficialmente investigado.

A ministra Carmen Lúcia, do STF, aceitou pedido do Ministério Público para a abertura de inquérito para investigar irregularidades no Ministério do Esporte. A gestão de Agnelo Queiroz (PT), antecessor de Orlando Silva e atual governador do DF, também está na mira. Carmem Lúcia pediu ainda ao Tribunal de Contas da União (TCU) que informe se existem processos em andamento sobre convênios firmados na pasta e requisitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que encaminhe ao Supremo inquérito que investiga a participação de Agnelo nas irregularidades.

A presidente ou está caindo na conversa do PCdoB ou está com algum receio não muito republicano. Deveria ter estabelecido um limite à gritaria do partido: “Se o STF aceitar a abertura do inquérito, não dá mais, é o limite”. Não estabeleceu.

O que mais ela está esperando? Evidências de novos escândalos? A presidente leu o que informam hoje jornais, revistas, sites, blogs?

Nem Luiz Inácio Apedeuta da Silva, que incitou o PCdoB a resistir, teve ministro oficialmente investigado.

Continua após a publicidade

Publicidade