Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

DILMA, QUE TEM O MENSALEIRO DIRCEU COMO ARTICULADOR DE SUA CANDIDATURA, NÃO TEM MORAL PRA JOGAR PEDRA EM NINGUÉM

Pára, pára tudo (ainda com acento)! Estou comovido demais para continuar! A ministra Dilma Rousseff se pronunciou sobre a crise no governo do Distrito Federal. Que alma! Que grandeza! Vejam a sua fala, registrada por Tatiana Farah, no Globo Online: “Fiquei muito surpresa. Tinha uma impressão muito respeitosa em relação ao governador Arruda. Fiquei surpresa […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 16h19 - Publicado em 30 nov 2009, 20h41

Pára, pára tudo (ainda com acento)!

Estou comovido demais para continuar! A ministra Dilma Rousseff se pronunciou sobre a crise no governo do Distrito Federal. Que alma! Que grandeza! Vejam a sua fala, registrada por Tatiana Farah, no Globo Online:

“Fiquei muito surpresa. Tinha uma impressão muito respeitosa em relação ao governador Arruda. Fiquei surpresa e triste. É muito ruim a gente ver episódios como este acontecerem. É inexorável que se apure, e, havendo delito, que os responsáveis sejam punidos. Não concordo também que a gente parta para a condenação pura e simples. No caso específico, é muito difícil, né, gente?, porque tem imagens e contra imagem não tem argumento”

E mais adiante:
“Não vejo que isso deva servir de capitalização política. Temos de perceber que esse processo no Brasil mudou. Antes, essas coisas ficavam escondidas sob os tapetes, não vinham a público. Acho que o fato de Judiciário e os órgãos de investigação terem assumido uma atitude bem forte no sentido de apurar a corrupção é algo muito importante para a sociedade porque, mais importante que as imagens, que, de fato, são escandalosas, é o fato de que isso foi descoberto. E que será apurado, doa a quem doer, e que haverá punição, com amplo direito de defesa. Não concordo também que a gente parta para a condenação pura e simples. O que é importante é que todas as pessoas que possam ser tentadas a fazer isso pensem duas vezes.”

Comento
Ela não quer “capitalização política”, mas louva o que seria a “mudança do Brasil”, sugerindo, obviamente, que gente como Arruda só está em maus lençóis porque, como é mesmo?, nunca antes nestepaiz se investigou tanto… Ela não quer a “condenação pura e simples”, mas acredita que “contra imagens não há argumentos”.

Olhem, não fosse Dilma quem é e não pertencesse ao partido a que pertence, essa sua fala poderia até ser aceitável. Ocorre que 39 pessoas são processadas no STF justamente por causa do mensalão do PT. No grupo, está toda a então cúpula de seu partido — a começar de José Genoino, presidente da legenda à época do mensalão, e José Dirceu, que ocupava a chefia da Casa Civil e cuidada justamente da articulação política do governo.

Toda aquela gente está de volta à direção do partido, e Dirceu já é o principal articulador da candidata Dilma Rousseff.

Jogar pedra em Arruda? Que se jogue! Dadas as fitas, é mais do que justo. Mas Dilma, não! Dilma tem de ficar caladinha! NÃO TEM MORAL PARA ISSO!

Continua após a publicidade

Publicidade