Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

CPI do BNDES aprova convocação de amigo de Lula

A Usina São Fernando recebeu R$ 101,5 milhões emprestados do banco, apesar de ter falência requerida

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 00h07 - Publicado em 12 nov 2015, 14h16

A presença em peso de deputados da oposição à sessão de hoje conseguiu a aprovação do requerimento de Arnaldo Jordy (PPS-PA) com a convocação do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, pela CPI do BNDES. Contrariamente a uma norma interna, o banco concedeu crédito de R$ 101,5 milhões ao pecuarista, apesar de ter falência requerida. O usineiro tinha relações estreitas com Lula e teria emprestado dinheiro a uma nora do ex-presidente.

Deputados conseguiram também a convocação de Pedro Barusco, ex-diretor da Petrobras, cuja atuação, segundo a operação Lava Jato, favoreceria a empresa Sete Brasil junto ao banco de fomento.

Em reação, os governistas se reorganizaram e conseguiram rejeitar a convocação do ex-secretário do Tesouro, Arno Augustin, que teria tido ação na decisão das chamadas pedaladas fiscais no BNDES. Aliados do governo agora trabalham para encerrar a CPI do BNDES no dia 4 de dezembro, prazo original do colegiado.

Publicidade