Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Ato liderado pela CUT tem culto ecumênico contra a mídia! É a voz dos demônios, que são uma legião

Que preguiça. Leio em reportagem de Machado da Costa, na Folha, que, no evento do Dia do Trabalho promovido pela CUT (Central Única dos Trabalhadores), CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), houve um ato, digamos, ecumênico contra a mídia! É mesmo? Então vários deuses foram convocados contra […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 03h56 - Publicado em 1 Maio 2014, 16h23

Que preguiça.

Leio em reportagem de Machado da Costa, na Folha, que, no evento do Dia do Trabalho promovido pela CUT (Central Única dos Trabalhadores), CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), houve um ato, digamos, ecumênico contra a mídia!

É mesmo? Então vários deuses foram convocados contra a liberdade de imprensa? Que coisa asquerosa. Leiam trecho da reportagem. Volto em seguida.

(…)
No início das comemorações pelo dia do trabalhador, um ato inter-religioso foi organizado pelas centrais. Líderes de diversas crenças subiram ao palco e pregaram por seus deuses, contra a mídia. Aliás, esse foi o único consenso entre eles.

O umbandista Pai Cássio lembrou dos torturadores, anistiados durante o processo de redemocratização, cuja situação vem sendo questionada durante as investigações das Comissões estadual e nacional da Verdade. “A mídia, sempre mancomunada com a ditadura, se cala na questão da anistia a torturadores. Torturadores não podem ser perdoados, e a mídia se omite nessa questão até hoje”, avaliou.

Continua após a publicidade

Um padre argentino também questionou a imprensa brasileira. “As informações que chegam até vocês (o público presente) de Venezuela, Cuba e Argentina, são tortas”, alertou. “Precisamos lutar por uma mídia mais democrática, mais justa”, completou.

Apresentadores do evento também não pouparam críticas. “Dizemos não aos meios que se vendem ao poder capitalista. O Brasil só será moderno com uma imprensa democrática.”

Retomo
Quem é esse tal Pai Cássio? Que vá fazer seu despacho em outra freguesia! Está desrespeitando a umbanda, uma religião criada no Brasil do sincretismo entre cultos primitivos africanos e o catolicismo. Serviu como peça de resistência dos escravos, contra a violência dos senhores. Pai Cássio, ao falar suas bobagens, está querendo submeter a liberdade de opinião aos senhores da hora.

Quanto a esse padre argentino… Quem é ele? Padre de que ordem? A que capeta ele serve? À ditadura cubana? À ditadura venezuelana. Esse é o evangelho do satanás, meu senhor!

Publicidade