Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Alckmin: “Ódio à corrupção e nojo”

O candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin, reagiu com dureza ao discurso destrambelhado que Lula fez em Santa Catarina (ver notas abaixo). Segundo o presidente, ninguém pode debater ética com o PT. Durante visita ao Mercado Municipal de São Paulo hoje, o tucano afirmou: “É uma bravata, não passa disso. Querer falar em ética parece […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h23 - Publicado em 31 jul 2006, 17h18
O candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin, reagiu com dureza ao discurso destrambelhado que Lula fez em Santa Catarina (ver notas abaixo). Segundo o presidente, ninguém pode debater ética com o PT. Durante visita ao Mercado Municipal de São Paulo hoje, o tucano afirmou: “É uma bravata, não passa disso. Querer falar em ética parece piada. Eu tenho respeito pelas pessoas, mas quero deixar claro o ódio e nojo pela corrupção e incompetência“. Às pessoas com as quais se encontrava, prometeu endurecer as críticas ao governo tão logo comece o horário eleitoral, no dia 15 de agosto. É isso aí. Vou repisar a tese de sempre: há uma maioria silenciosa que não compactua com as lambanças em curso no país. Basta que alguém assuma claramente uma bandeira, sem ambigüidades. Boa educação não pode se confundir com conivência. O PT é mestre em socializar escândalos e privatizar benefícios, inclusive aqueles propiciados por governos anteriores. O discurso de Lula é facilmente desmontável. Basta aceitar o confronto que ele propõe.
Publicidade