Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Ah, entendi! Pouco importa o fato; só a repercussão interessa

O ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência, foi escalado pelo governo federal para falar sobre o caso Orlando Silva. Hoje ele comentou a abertura formal de inquérito para investigar o ministro, determinada pela ministra Carmen Lúcia, do STF. Prestem atenção: “Temos que esperar a repercussão. Amanhã [quarta] é que teremos um quadro da situação. O […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 10h22 - Publicado em 25 out 2011, 21h14

O ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência, foi escalado pelo governo federal para falar sobre o caso Orlando Silva. Hoje ele comentou a abertura formal de inquérito para investigar o ministro, determinada pela ministra Carmen Lúcia, do STF. Prestem atenção:
“Temos que esperar a repercussão. Amanhã [quarta] é que teremos um quadro da situação. O quadro é de observância justa e preocupada”.

Deixem-me ver se entendi — e lerei com prazer entendimentos alternativos desde que não sejam mera militância política. O que Carvalho está dizendo é que a coisa, em si, não tem importância; o que conta é a repercussão. Ou por outra: se ninguém der muita bola e caso se constate que o episódio não prejudica a reputação do governo Dilma, quem sabe ele possa ficar…

O ministro se encontrou com Renato Rabelo, presidente do PCdoB: “Já tínhamos combinado de monitorar a situação permanentemente. Voltei de Manaus ontem e marquei essa reunião”, contou Carvalho. Ele deixou claro o desconforto ao afirmar que, inicialmente, o governo havia entendido que Carmen Lúcia havia apenas pedido informações. Só soube depois que era mesmo abertura de inquérito.

Publicidade