Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A Rússia é aqui – PF quer punir delegado que investigou mensalão e que afirmou que Dirceu liderou esquema de lavagem de dinheiro. Cuidado, bandas de rock! Dirceu é nosso Putin!

O delegado da Polícia Federal Luís Flávio Zampronha concedeu entrevistas em que afirmou que o esquema do mensalão era muito maior do que o denunciado. Ele investigou a lambança. Disse ainda que José Dirceu liderou um esquema de lavagem de dinheiro. Pois é… Na Rússia, vocês viram que as três integrantes da banda punk Pussy […]

O delegado da Polícia Federal Luís Flávio Zampronha concedeu entrevistas em que afirmou que o esquema do mensalão era muito maior do que o denunciado. Ele investigou a lambança. Disse ainda que José Dirceu liderou um esquema de lavagem de dinheiro. Pois é… Na Rússia, vocês viram que as três integrantes da banda punk Pussy Riot (!!!) foram condenadas a dois anos de cadeia por terem protestado contra o presidente Vladimir Putin.

Nosso Putin, pelo visto, é Dirceu. Leiam o que informa a Folha. Volto para encerrar,
*
A corregedoria da Polícia Federal abriu ontem uma investigação para apurar se o delegado da Polícia Federal Luís Flávio Zampronha descumpriu regras da corporação ao conceder entrevista sobre o caso do mensalão à Folha e depois ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

A ADPF (Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal) protestou contra o início da apuração e afirmou que vai adotar medidas judiciais caso a investigação leve à abertura de processo disciplinar. Em nota, o diretor-geral da PF, Leandro Coimbra, nega que o procedimento configure “ato de censura”.

De acordo com o órgão, na Polícia Federal “ao dirigente maior cabe a decisão de quem será o porta-voz para concessão de entrevistas ou comunicados oficiais”.

“A impossibilidade de os integrantes da instituição se manifestarem individualmente sobre assuntos afetos à PF busca evitar que a ação da PF em prol da sociedade seja confundida com a opinião de seus integrantes”, de acordo com o órgão.

Para o presidente da ADPF, Marcos Leôncio Sousa Ribeiro, Zampronha não falou em nome da PF. “O caso é uma investigação concluída, sem segredo de Justiça, com julgamento amplamente divulgado. O delegado falou sobre um tema que a sociedade inteira está debatendo”, disse. Segundo Ribeiro, os delegados têm direito de se manifestar, “desde que as declarações não causem prejuízos à instituição ou investigações em andamento”. Zampronha disse que não iria falar sobre a apuração.

Na entrevista à Folha, o delegado responsável pela investigação do mensalão quebrou um silêncio de vários anos e afirmou que “o mensalão é maior do que o caso em julgamento no STF”. Zampronha disse que os réus José Dirceu e Delúbio Soares poderiam ter sido denunciados também por lavagem de dinheiro, medida que não foi adotada pelo Ministério Público Federal.
(…)

Encerro
No Brasil, um delegado não pode se manifestar sobre uma investigação já encerrada. No Brasil, ministro do Supremo pode ficar dando entrevistas sobre um caso que está em julgamento. Por isso o Bananão está assim, coitado, tão rico e tão pobre!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s