Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

A “imprensa tradicional” cede à pressão dos fascistoides; campanha eleitoral em SP já começou; PT faz seu primeiro ato nesta sexta; o Cade é seu grande cabo eleitoral

Um desses mequetrefes a soldo que estão por aí posando de independentes mandou bala: “Reinaldo resolveu atacar o Fora do Eixo e a Mídia Ninja e ignorar o caso do PSDB”. Nem uma coisa nem outra. Estou publicando INFORMAÇÕES, não ataques, sobre os dois primeiros. E, basta ler o meu blog, não estou “ignorando” as […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 05h39 - Publicado em 8 ago 2013, 15h59

Um desses mequetrefes a soldo que estão por aí posando de independentes mandou bala: “Reinaldo resolveu atacar o Fora do Eixo e a Mídia Ninja e ignorar o caso do PSDB”. Nem uma coisa nem outra. Estou publicando INFORMAÇÕES, não ataques, sobre os dois primeiros. E, basta ler o meu blog, não estou “ignorando” as denúncias contra o PSDB. Posso não escrever o que alguns gostariam de ler. Isso é coisa muito diferente. Adiante.

Na entrevista que concedeu ao programa Roda Viva, Pablo Capilé, o chefão do “Mídia Ninja”, acusou a grande imprensa — que certos vagabundos chamam de “mídia tradicional” — de não dar o devido destaque às acusações que há contra o PSDB. Trata-se de uma mentira escandalosa: basta ler os jornais, os portais e atentar para o noticiário da TV, em particular o Jornal Nacional: dá-se um destaque gigantesco às denúncias.

A patrulha feita por esses fascistoides surte efeito. O jornalismo que eles chamam “tradicional” se deixa capturar pelo cerco que eles fazem — o mesmo acontece em relação às acusações feitas pelo JEG (Jornalismo da Esgotosfera Governista). Profissionais que deveriam ter compromisso apenas com o fato, com a notícia, fazem um enorme esforço para provar que eventuais notícias contra o PT não atendiam a nenhum pressuposto ideológico. E como provam a sua “inocência”? Mandando para a fogueira a reputação de alguns tucanos, com ou sem provas, com ou sem razão.

E vão ficando para as calendas algumas questões essenciais. Duas acusações que atingem hoje alguns tucanos são emblemáticas de certo estado de coisas. E também indicam que, sem dúvida, o PT está trabalhando e está recuperando a iniciativa. Ficou um tanto perdido nos dias que se seguiram aos protestos, mas já encontrou o seu eixo — o velho eixo, que consiste em usar instrumentos de estado, a exemplo do que fazem os bolivarianos, para eliminar seus adversários.

No próximo post, chamo a atenção para algumas informações essenciais, que são publicadas, sim, pela, como é mesmo?, “mídia tradicional”. Só que estão escondidas no corpo das reportagens.

Campanha eleitoral
Se vocês clicarem aqui, encontrarão a convocação que o PT de São Paulo faz para o um tal “Encontro do Interior”. Acontece nesta sexta e sábado, em Bauru, com a presença de Lula. É o primeiro ato da campanha de Alexandre Padilha ao governo de São Paulo.

Tivesse acontecido há 15 dias, talvez certa melancolia tivesse caracterizado o encontro. Nesta sexta, clima será de euforia. A campanha já está na rua. Os maiores cabos eleitorais dos petistas, agora, são o Cade, a Polícia Federal e a “imprensa tradicional”, que mimetiza os métodos da Mídia Ninja.

Continua após a publicidade
Publicidade