Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A Folha inventou a “contestação” por geração espontânea

Quem continua a manter uma linha originalíssima de cobertura do que acontece na USP é a Folha de S.Paulo. O jornal fez um achado sociológico, coisa verdadeiramente única, experiência que nem se pode chamar de “histórica” porque não há modelo anterior e não se sabe se tal evento poderá ser repetido. Do que falo? Ora, […]

Quem continua a manter uma linha originalíssima de cobertura do que acontece na USP é a Folha de S.Paulo. O jornal fez um achado sociológico, coisa verdadeiramente única, experiência que nem se pode chamar de “histórica” porque não há modelo anterior e não se sabe se tal evento poderá ser repetido. Do que falo? Ora, do movimento político por geração espontânea. O jornal insiste que a “revolta” não tem líderes; seria, assim, uma coisa meio anárquica. Em reportagem deste domingo, entrevistam-se dois extremos: uma moça negra da periferia e um rapaz branco de classe média alta. Os dois invasores, unidos num mesmo propósito. Eles não têm, vejam só, filiação partidária. É mesmo? Será que poderiam ser eleitores do DEM?

A Folha faz questão de ignorar que há uma luta pelo controle do aparelho estudantil da USP: de um lado, o PT, um pouco mais moderado; de outro, uma miríade de facções de extrema esquerda, liderada pelo PSTU e com ativa participação do PCO. Acontece que apontar isso corresponde a negar um viés da cobertura, a saber: existira um novo movimento estudantil, não mais atrelado a partidos. É interessante: isso não deixa de ser útil aos grupelhos de extrema esquerda, que, assim, NATURALIZAM A SUA MILITÂNCIA. A invasão da reitoria não seria uma escolha política, mas uma decorrência das dificuldades da universidade. Um dia, todos ficam de saco cheio e tomam o Palácio de Inverno.E essa leitura também paga um tributo ao PT: como boa parte dos líderes não é ligada ao partido, então é como se não existisse política ali, entenderam?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s