Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

“Meu peru é sem noção; apoia Dilma e o petrolão”

Leiam o post; vocês vão entender. Hierarquia no crime, doutores!

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 00h15 - Publicado em 23 out 2015, 16h37
Eduardo Cunha tem razão quando diz achar estranho que peçam a sua renúncia, mas não a de Dilma.
É verdade. Eu peço as duas, por exemplo.
Já Lula, que sente o cheiro de carne queimada, não quer a de ninguém. O apedeuta tá doido para fazer um acordo que livre a cara de todo mundo. Mas agora a coisa fugiu do controle. Não dá mais.
É incrível a capacidade que o PT ainda conserva de fazer com que farsas prosperem. E bem verdade que, desta vez, o partido conta com uma baita ajuda de Rodrigo Janot. De todo modo, a hegemonia cultural da esquerda é inegável. Com a colaboração da imprensa e dos universitários.
Até a “peruada”, uma festa-farra, já tradicional, da Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) se contamina pelo espírito.
O mote deste ano: “Meu peru é sem noção; apoia o Cunha e a redução”, numa referência ao presidente da Câmara e à redução da maioridade penal. Proponho um outro: “Meu peru é sem noção: apoia a Dilma e o petrolão”. Que tal?
Minha rima faz sentido? Acho que sim, né? Cunha entrou na rima porque cometeu crimes ou por causa da posição ideológica? Ora, se crimes motivassem rimas, Dilma teria a prevalência. Questão de hierarquia. Os futuros doutores têm de estar atentos a essa ordem, ou não saberão jamais a proporcionalidade necessária entre os delitos e as penas.
Ideologia deixa cego o peru!!!
Publicidade