Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Witzel foi proibido de ser juiz e ex-juiz na urna

Pelo TRE

Por fernandomolica Atualizado em 16 out 2018, 18h16 - Publicado em 16 out 2018, 18h07

Candidato do PSC ao governo do Rio, o advogado Wilson Witzel bem que tentou, mas o Tribunal Regional Eleitoral do Rio impediu que ele usasse na urna o nome de “Wilson Ex Juiz Federal”.

No dia 28 de agosto, o desembargador Antonio Aurélio Duarte deu prazo de 24 horas para a troca do nome – a  decisão baseada em Resolução do Tribunal Superior Eleitoral que  proíbe a utilização, na urna, de expressão ou siglas ligadas à administração pública.

Witzel, que venceu o primeiro turno da disputa, chegara, antes do início da propaganda eleitoral, a se apresentar com o nome de “Juiz Wilson” e a publicar na internet fotos em que aparecia de toga.

A propaganda fora de hora fez com que ele acabasse multado em 10 mil reais em ação movida pela Procuradoria Regional Eleitoral.

O Ministério Público ressaltou que a utilização da palavra “juiz” era uma tentativa de “ludibriar a população”, já que nenhum juiz pode se candidatar a cargo público. Witzel deixou a magistratura em fevereiro deste ano.

(por Fernando Molica)

Continua após a publicidade
Publicidade