Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Witzel dobra a aposta e usa o Rio contra ataques de Bolsonaro

Governador joga com o ponto fraco do presidente, o eleitorado fluminense

Por Robson Bonin Atualizado em 26 nov 2019, 10h07 - Publicado em 26 nov 2019, 09h35

Alvo de Jair Bolsonaro por causa do avanço das investigações da Polícia do Rio contra os filhos dele, Wilson Witzel decidiu mostrar que não tem medo do presidente.

Pediu nesta manhã audiência com o chefe da Nação para falar do que importa ao governo fluminense: avanço da violência e crise fiscal.

Bolsonaro pode atacar o governador como quiser, mas todos sabem que não há chance de o presidente virar as costas para sua base eleitoral. É nisso que o governador fluminense pretende investir ao pedir reuniões em ofícios despachados a Bolsonaro e ao chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

A mudança de postura de Witzel, abrindo caminho para diálogo com o Planalto, também cria uma vitrine para debater eventuais retaliações federais ao governador por causa das investigações contra Flávio e Carlos Bolsonaro.

Resta saber se Bolsonaro vai entrar nesse jogo.

\/Divulgação
Continua após a publicidade
Publicidade