Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Witzel cria comissão para monitorar recuperação fiscal do Rio

Governo do estado vai acompanhar mais de perto o cumprimento das metas estabelecidas pela União

Por Mariana Muniz 22 jan 2020, 17h10

Em guerra com Jair Bolsonaro, Wilson Witzel não quer dar argumentos para o adversário usar a máquina federal contra sua gestão. Nesta semana, o governo do Rio decidiu criar uma comissão para monitorar as metas estabelecidas pela União no processo de recuperação fiscal da máquina do estado.

Em outubro do ano passado, o Conselho de Supervisão Fiscal afirmou que o Rio não conseguiria cumprir cinco das 20 metas de ajuste para tirar o Rio do colapso financeiro.

Pelo decreto assinado pelo governador Wilson Witzel, a Comissão de Acompanhamento e Monitoramento Econômico-Financeiro do Regime de Recuperação Fiscal será presidida por alguém indicado da Secretaria de Fazenda – atualmente sob a batuta de Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho.

O texto também define que caberá à Comissão a submissão à Casa Civil de pareceres sobre qualquer aumento de despesa, como criação de cargos, contratação de pessoal e realização de concursos públicos.

Continua após a publicidade
Publicidade