Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Witzel apresenta plano para tentar salvar recuperação fiscal do Rio

Novas medidas, que vão da extinção de cargos a efetivação de receitas, somam 95 milhões de reais

Por Mariana Muniz - Atualizado em 30 Jun 2020, 18h23 - Publicado em 30 Jun 2020, 18h22

O governo de Wilson Witzel acaba de apresentar ao Conselho de Supervisão de Regime de Recuperação Fiscal do Ministério da Economia um novo plano para permanecer no regime. A proposta foi costurada pelo secretário de Fazenda, Guilherme Mercês.

A nova leva de compensações financeiras complementam as que foram enviadas no último dia 15. Essas novas medidas somam R$ 95 milhões. Segundo a Secretaria de Fazenda, o valor é quase três vezes maior do que os R$ 32 milhões exigidos pelo Conselho.

Entre as medidas de compensação apresentadas estão a extinção ou bloqueio de cargos, o incremento de arrecadação do Fundo Orçamentário Temporário (FOT), a revisão do impacto financeiro do FOT e a efetivação de Receitas Extraordinárias decorrentes de Recuperação Tributária.

No último dia 22, o Conselho do Ministério da Economia rejeitou a proposta apresentada por Witzel para compensar 25 violações ao acordo cometidas pelo Rio.  

Publicidade