Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vivo investe na reciclagem de celulares e modens de banda larga

Programa pretende atingir 1,5 milhão de equipamentos recondicionados até final do ano

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 8 jun 2021, 18h21 - Publicado em 3 jun 2021, 16h29

Como parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, a ser celebrado no próximo sábado, a operadora Vivo pretende acelerar seu programa de logística reversa, com a reciclagem e recondicionamento de celulares e modens de internet banda larga usados. Também será recondicionados decodificadores de sinal de banda larga para aparelhos de televisão. 

A empresa incentivará, por meio de mensagens de texto e publicações nas suas redes, que seus clientes entreguem equipamentos sem uso. A própria companhia providenciará o recolhimento dos materiais, que também podem ser entregues nas lojas da Vivo no país. 

Celulares e outros aparelhos que puderem ser recondicionados passarão por manutenção para voltar a ser usados. Os que não tiverem condições de funcionar terão seus componentes enviados para reciclagem. 

Atualmente, a empresa recupera em média 100 mil equipamentos do tipo por mês. A iniciativa faz parte do programa de logística reversa adotado em 2006 pela Vivo. 

A ideia é que até o final deste ano 1,5 milhão de equipamentos tenham sido recondicionados pelo projeto. 

Continua após a publicidade
Publicidade