Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vídeos de João Santana não alavancam Ciro em pesquisa

Ex-marqueteiro do PT vem produzindo uma série de vídeos para o pedetista, que segue com 3% na rodada XP-Ipespe

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 12 Maio 2021, 09h29 - Publicado em 12 Maio 2021, 10h29

Divulgada nesta terça, a rodada de maio da pesquisa XP-Ipespe mostrou que a chegada de João Santana ao PDT ainda não serviu para alavancar Ciro Gomes na disputa pelo Planalto em 2022 — é cedo, claro.

Desde o fim do mês passado, o ex-marqueteiro do PT vem colocando nas redes sociais uma série de vídeos em que Gomes aparece falando de suas propostas para o Brasil.

Até o início da janela de apuração da pesquisa XP-Ipespe, foram pelo menos 12 peças no YouTu-be. Ciro, que em março, antes da chegada de Santana, amargava 3% na pesquisa espontânea (quando não são apresentados os nomes dos candidatos ao entrevistado), manteve o patamar na rodada atual. Na estimulada, quando são dadas as opções de nomes, Ciro tem 9%.

Famoso por liderar as campanhas de Lula e Dilma em 2006, 2010 e 2014, Santana foi oficializado no partido de Ciro há cerca de três semanas.

Com o mote “#CiroOQueoBrasilPrecisaSaber”, o ex-governador do Ceará tem adotado um tom brando nas redes sociais, aproveitando o espaço para falar de forma didática sobre temas como estrutura tributária, modelos econômicos e racismo estrutural.

Mostrando-se como principal nome da ‘terceira via’ para 2022, no entanto, o tópico mais explo-rado por Ciro nas redes é a crítica ao ‘Bolsopetismo’ e aos erros dos governos Bolsonaro, Dilma e Lula.

Continua após a publicidade
Publicidade