Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vencido, Alcolumbre discursa magoado sobre sabatina de Mendonça

O presidente da CCJ anunciou que vai realizar as sabatinas de dez autoridades pendentes, entre elas a do "terrivelmente evangélico"; deve ser dia 30

Por Gustavo Maia Atualizado em 24 nov 2021, 17h32 - Publicado em 24 nov 2021, 10h50

Davi Alcolumbre comanda neste momento a reunião da CCJ do Senado em que deve anunciar a data da sabatina de André Mendonça, além de outras autoridades do CNJ, CNMP e do TST. Está visivelmente contrariado.

Destacou que, contra o próprio critério pessoal, decidiu atender o “apelo” do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

A data, ainda não anunciada por Alcolumbre, segundo Pacheco antecipou aos colegas nesta terça, é mesmo o dia 30.

Pelo visto, o chefe da CCJ não obteve os votos necessários para enterrar a indicação de Jair Bolsonaro.

 

Continua após a publicidade

Publicidade