Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vem aí a terceira sentença contra Lula na Lava-Jato — entenda

Ação que apura o pagamento de propina de 13 milhões de reais pela Odebrecht ao petista está pronta para decisão do juiz Luiz Claudio Bonat

Por Robson Bonin - Atualizado em 31 jul 2020, 10h32 - Publicado em 31 jul 2020, 06h01

Está pronto para decisão na mesa do juiz Luiz Antonio Bonat o que pode ser a terceira terceira sentença de Lula na Lava-Jato em Curitiba.

Trata-se da ação penal em que o petista e oito investigados são réus por crimes de lavagem de dinheiro e ocultação bens em operações relacionadas a um terreno em São Paulo, onde funcionaria a nova sede do Instituto Lula e o apartamento vizinho ao do petista em São Bernardo do Campo usado por ele durante anos.

ASSINE VEJA

Os 10 fazendeiros que mais desmatam a Amazônia Leia em VEJA: Levantamento exclusivo revela os campeões da destruição. Mais: as mudanças do cotidiano na vida pós-pandemia
Clique e Assine

Segundo o MPF, a Odebrecht pagou propina a Lula via aquisição do imóvel. O valor, até novembro de 2012, foi de 12,4 milhões de reais. Segundo a força-tarefa, o valor consta em anotações de Marcelo Odebrecht, planilhas apreendidas durante as investigações e dados obtidos a partir de quebra de sigilo.

A denúncia afirma também que o ex-presidente recebeu, como vantagem indevida, a cobertura vizinha à residência onde vive. De acordo com o MPF, foram usados 504.000 reais para a compra do imóvel.

Continua após a publicidade

O dinheiro usado nas duas operações teria saído da conta de propina aberta pela Odebrecht para financiar projetos políticos e despesas pessoais de Lula.

A decisão será do novo chefe da Lava-Jato em Curitiba, mas Sergio Moro, o maior rival do petista, também tem sua parcela de participação no caso. Foi ele quem acolheu a denúncia e tornou Lula réu em 2017.

Publicidade