Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vai esperando

Dificilmente a Justiça vai autorizar que o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado a doze anos e sete meses de prisão, troque o regime fechado pelo semiaberto no meio de 2016. Magistrados e procuradores dizem que sua fuga para a Itália impedirá a progressão da pena. Só não disseram antes para não dificultar a extradição.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h14 - Publicado em 25 out 2015, 06h07
Pizzolato: Sem progressão para o semiaberto

Pizzolato: Sem progressão para o semiaberto

Dificilmente a Justiça vai autorizar que o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado a doze anos e sete meses de prisão, troque o regime fechado pelo semiaberto no meio de 2016. Magistrados e procuradores dizem que sua fuga para a Itália impedirá a progressão da pena. Só não disseram antes para não dificultar a extradição.

Publicidade