Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vaccari bate na trave, mas deve ganhar as ruas também

Petista que operou caixa bilionário de propina está no semiaberto e pediu liberdade no lugar errado

Por Robson Bonin - Atualizado em 8 nov 2019, 17h07 - Publicado em 8 nov 2019, 17h02

Os advogados de João Vaccari Neto, o tesoureiro do PT que operou o bilionário caixa de propina do partido a partir do assalto a Petrobras e estava em regime semiaberto, também pediu para entrar no bonde do voto de Dias Toffoli no STF.

O problema foi que o pedido caiu no lugar errado. Ele pediu para ser liberado na Justiça Federal e o juiz devolveu dizendo que ele deveria correr ao balcão da Justiça estadual. Corra, Vaccari!

Publicidade