Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

União Brasil já nasce com ala fiel a Sergio Moro e a Lava-Jato

Ala do partido deseja apoiar o ex-juiz da Lava-Jato ao Planalto, mas tema ainda não é algo tranquilo dentro da sigla

Por Robson Bonin Atualizado em 7 out 2021, 17h08 - Publicado em 8 out 2021, 10h10

Opositor de Jair Bolsonaro no praticamente extinto PSL, futuro União Brasil, o deputado Junior Bozzella prometeu a Sergio Moro liderar a formação de um grupo partidário dentro da nova sigla que apoie a candidatura do ex-juiz da Lava-Jato ao Planalto.

Apesar do nome, o novo partido não está unido em relação a Moro. A bancada lavajatista na sigla teria hoje, pelas contas dos deputados simpáticos a Moro, dez integrantes. A ala mais próxima da política tradicional não enxerga com bons olhos a agenda política de Moro, que defende a prisão em segunda instância, o fim do foro privilegiado e outras medidas que dificultam o combate à corrupção no país.

Ciente dessa divisão, Bozzella tem dito no partido que irá brigar para que a sigla apoie o ex-juiz e resgate a agenda anticorrupção da Lava-Jato, a mesma agenda que Bolsonaro sepultou durante seu governo.

Publicidade