Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Um Super Tucano da Embraer nas mãos de Talibãs no Afeganistão

Jihadistas tomaram armas fornecidas pelos EUA ao governo anterior

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 16 ago 2021, 18h21 - Publicado em 16 ago 2021, 11h37

Militantes do Talibã no Afeganistão capturaram pelo menos um avião de caça modelo Super Tucano, fabricado pela brasileira Embraer. 

Uma foto com homens armados de fuzis em frente ao avião brasileiro circula desde domingo em sites de notícias estrangeiros. 

O Super Tucano é um avião leve de ataque e treinamento com propulsão do tipo turboélice. O avião tem parte de seus componentes fabricados no Brasil e sua montagem é feita nos EUA.

As Forças Armadas do Afeganistão tinham acordo com os EUA para receber ao menos 26 aviões do tipo. 

Neste final de semana, com a tomada da capital Cabul pelos Talibãs, os jihadistas tiveram acesso ao armamento de guerra do antigo governo, que caiu depois que seus líderes deixaram o país.

Talebãs conseguiram invadir bases militares na cidade de Mazar-e-Sharif, onde capturaram, além do avião da empresa brasileira, helicópteros e drones fornecidos pelos americanos ao governo agora deposto.

Continua após a publicidade
Publicidade