Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tribunal de Justiça de São Paulo absolve médico do caso Ryan Gracie

O TJ-SP absolveu nesta manhã o médico psiquiatra Sabino Ferreira de Farias Neto, acusado de negligência e de causar a morte do ex-lutador por excesso de remédios. Em 2007, Gracie foi preso após roubar um carro em São Paulo e tentar fugir da polícia. Na cela, foi medicado e encontrado morto no dia seguinte. O […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h43 - Publicado em 28 set 2016, 16h39
Morto

Encontrado morto

O TJ-SP absolveu nesta manhã o médico psiquiatra Sabino Ferreira de Farias Neto, acusado de negligência e de causar a morte do ex-lutador por excesso de remédios.

Em 2007, Gracie foi preso após roubar um carro em São Paulo e tentar fugir da polícia. Na cela, foi medicado e encontrado morto no dia seguinte.

O médico já havia sido condenado a 5 anos de prisão, mas os advogados Daniel Bialski e João Batista Junior apresentaram um recurso entendendo que a pena deveria ser reformada.

Deu certo. De acordo com os julgadores, Gracie já estava sob efeito de substâncias entorpecentes e álcool, além de ser portador de uma doença cardíaca.

Continua após a publicidade

Publicidade