Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

TRF2 nega habeas corpus a filho de Picciani

Felipe Picciani é acusado de lavar dinheiro

Por Ernesto Neves Atualizado em 14 mar 2018, 17h29 - Publicado em 14 mar 2018, 17h12

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região negou, por maioria, o pedido de habeas corpus a Felipe Picciani, filho do ex-presidente da Assembleia legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani.

Essa decisão foi proferida na apreciação do mérito do pedido, que já havia sido indeferido liminarmente pelo relator do caso no Tribunal, desembargador federal Paulo Espirito Santo, no dia 24 de janeiro.

Felipe Picciani foi preso preventivamente na Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava-Jato.

Felipe Picciani, que é sócio do pai na empresa Agrobilara, estaria envolvido no esquema de lavagem de dinheiro de propinas a deputados da Alerj por empresários da área de transportes urbanos da capital fluminense.

A lavagem se daria através de negociação de gado por preços superfaturado.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade