Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

TJSP: Menos horas de trabalho após digitalização

A Justiça do Estado de São Paulo, onde tramita um quarto dos processos brasileiros, deve economizar 6 milhões de horas de trabalho em 2016 após o projeto digitalização das ações, concluído recentemente, um mês antes do prazo previsto. A economia equivale à força de trabalho de 3 mil pessoas por mês. Os números são da Sofplan, empresa […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h59 - Publicado em 1 dez 2015, 07h02
Balança mais leve com digitalização

Balança mais leve com digitalização

A Justiça do Estado de São Paulo, onde tramita um quarto dos processos brasileiros, deve economizar 6 milhões de horas de trabalho em 2016 após o projeto digitalização das ações, concluído recentemente, um mês antes do prazo previsto. A economia equivale à força de trabalho de 3 mil pessoas por mês.

Os números são da Sofplan, empresa que fabrica o Sistema de Automação da Justiça, software adotado pelo TJSP. Com a automatização das rotinas e eliminação de procedimentos burocráticos, como juntada, etiquetagem e carga física, a economia do tempo perdido em transporte e anotações de controle chega a 70%.

O processo já mostra resultados. Na 22ª Vara Cível do Fórum João Mendes, na capital, 48% dos processos físicos foram solucionados num período de quarto anos, de 2011 a 2015. Em dois anos após a digitalização da vara, que ocorreu em 2012, 60% dos processos foram sentenciados.

Continua após a publicidade
Publicidade