Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tesoura cega

Renan Calheiros iniciou o primeiro ano na presidência do Senado falando em cortes de gastos para todos os lados. Podendo capitalizar para o grande público, vale tudo. Mas desde sempre, sabe-se que a coisa não é bem assim. Esta semana mesmo Renan enviou a todos os 513 gabinetes da Câmara dois livros, com papel de […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 03h53 - Publicado em 9 Maio 2014, 17h21
Agrado de Renan

Agrado de Renan

Renan Calheiros iniciou o primeiro ano na presidência do Senado falando em cortes de gastos para todos os lados. Podendo capitalizar para o grande público, vale tudo.

Mas desde sempre, sabe-se que a coisa não é bem assim. Esta semana mesmo Renan enviou a todos os 513 gabinetes da Câmara dois livros, com papel de altíssima qualidade. Tratam-se da “Gênese do Texto da Constituição de 1988“, diz nos títulos.

Uma das publicações, com textos, tem 507 páginas, a outra, repleta de gráficos e fac-similes, 467. Difícil é entender a utilidade do agrado com dinheiro público.

Continua após a publicidade
Publicidade