Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Temer celebrou muito cedo fim da delação da Odebrecht contra ele

Sem motivo aparente, assessores tranquilizaram o presidente

Por Mauricio Lima Atualizado em 17 dez 2016, 13h02 - Publicado em 17 dez 2016, 12h55

Assessores garantiram a Temer que a delação da Odebrecht não teria mais nenhuma bomba contra ele. Daí a sua decisão em escrever para Rodrigo Janot. Com o depoimento de Márcio Faria, vê-se que é cedo para celebrar.

Publicidade