Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Telefonia em polvorosa

  O mercado de telefonia está agitado. A bolsa de especulações está em alta por causa do anúncio da Telefônica de assumir o controle da Telecom Italia, a dona da TIM Brasil. Se o negócio fechar, a Vivo, dos espanhóis, não poderia ficar com a TIM, dos italianos, em função da Lei Geral de Telecomunicações […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 05h20 - Publicado em 24 set 2013, 17h01

 

TIM: na berlinda

O mercado de telefonia está agitado. A bolsa de especulações está em alta por causa do anúncio da Telefônica de assumir o controle da Telecom Italia, a dona da TIM Brasil. Se o negócio fechar, a Vivo, dos espanhóis, não poderia ficar com a TIM, dos italianos, em função da Lei Geral de Telecomunicações (LGT).

O comprador natural da TIM seria a inglesa Vodafone, que já atua no Brasil por meio da operadora móvel virtual Datora Telecom.

Correndo por fora, a egípcia Orascom, do bilionário Naguib Sawiris. Em 2007, Sawiris tentou entrar no Brasil ao fazer uma oferta por uma fatia da Telecom Italia na Brasil Telecom, desembolsando 850 milhões de dólares, mas o negócio foi barrado pelo governo Lula.

Continua após a publicidade
Publicidade