Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Telefone de Temer não para, após fala de Bolsonaro sobre ‘Brasil quebrado’

Ex-presidente seguiu roteiro semelhante ao de Paulo Guedes ao tratar das declarações do sucessor

Por Robson Bonin Atualizado em 8 jan 2021, 17h14 - Publicado em 11 jan 2021, 10h33

Empresários, políticos e nomes do mercado passaram a terça e a quarta-feira da semana passada enfileirando ligações ao ex-presidente Michel Temer para colher impressões do emedebista sobre o cenário apocalíptico pintado por Jair Bolsonaro, quando disse que o Brasil estava quebrado e ele, como presidente, não poderia fazer nada.

Quem conversou com Temer percebeu que o ex-presidente atuou para preservar Bolsonaro, dizendo que o presidente estava apenas usando uma figura de linguagem para se referir ao cenário de ruína fiscal herdado dos governos petistas de Dilma Rousseff. Caminho semelhante já havia sido tomado por Paulo Guedes, em declaração ao Radar na terça.

Publicidade