Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Taxar desempregados é ‘incoerência ou maldade’

Avaliação é do presidente da Unafisco, Mauro Silva

O presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco), Mauro Silva, está avaliando se a decisão do governo federal de taxar os desempregados é fruto de “incoerência” ou de “maldade”.

“Totalizam no Brasil 20 mil superricos, contribuintes com renda mensal superior a 320 salários mínimos e que têm juntos patrimônio de 1,27 trilhões. O patrimônio médio individual é de 63 milhões. Um imposto sobre grandes fortunas de 5% arrecadaria 46 bilhões ao ano, considerando um nivel médio de sonegação de 27%. E querem cobrar 7,5% dos desempregados para arrecadar 12 bilhões em 5 anos. Incoerência ou maldade mesmo”, observou.

Nesta semana, ao lançar o pacote Verde e Amarelo, o governo anunciou que vai passar a cobrar contribuição previdenciária de 7,5% sobre as parcelas do seguro-desemprego para estimular a contratação de jovens entre 18 e 29 anos até 2022.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s