Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Suplente do ministro do Turismo muda de lado após pressão do governo

Enéias Reis (PSL-MG), agora, assina lista a favor de Eduardo Bolsonaro

Por Evandro Éboli - Atualizado em 30 jul 2020, 19h22 - Publicado em 21 out 2019, 12h08

Para obter número suficiente para derrubar o Delegado Waldir da liderança do PSL, o grupo governista foi buscar parlamentar que estava do “outro lado”, a favor do ainda líder.

É o caso de Enéias Reis (PSL-MG), suplente do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Em poucos dias ele mudou de lado e, agora, assinou a favor da saída de Waldir e de sua substituição por Eduardo Bolsonaro.

A razão é uma só: Enéias foi pressionado a “virar casaca” pelo governo. Recebeu muitas ligações, inclusive do próprio ministro, que ameaçou reassumir o mandato e mandá-lo de volta para Minas Gerais.

Ao Radar, o suplente tentou desconversar ao ser perguntado de que lado está, afinal, mas afirmou estar com Bolsonaro.

Continua após a publicidade

“Estou do lado do Brasil. Pelo nosso presidente. Somos todos Bolsonaro. Não gostaria de falar sobre isso. Não gostaria de comentar. Não quero dar opinião”.

Quando questionado da ligação do ministro, respondeu:

“Quem te contou isso?”.

Os interlocutores do governo que o procuraram na semana passada relatam que ele jurava que não abandonaria o Delegado Waldir.

Publicidade