Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STJ pode barrar segunda ação da Lava Jato de SP em uma semana

Justiça Federal e Justiça Estadual brigam para saber quem julga corrupção no metrô paulista

Por Mariana Muniz Atualizado em 29 jan 2020, 11h12 - Publicado em 29 jan 2020, 10h20

Após barrar a tramitação de uma ação penal contra o ex-presidente Michel Temer, o STJ pode suspender a segunda ação da Lava Jato de São Paulo em uma semana.

Está nas mãos do ministro João Otávio de Noronha, presidente do STJ, decidir se o caso do metrô de São Paulo deve ser julgado pela Justiça Estadual ou pela Justiça Federal. Em bom juridiquês, um conflito de competência.

A confusão toda se deu porque a 12ª Vara Criminal do Foro Central da Barra Funda paralisou o processo e o juiz da 3ª Vara Criminal Federal do estado marcou audiências – sendo que a primeira está prevista para acontecer na próxima segunda.

A Justiça Estadual quer que o STJ suspenda a ação que corre na Vara Federal e cancele as audiências.

Para quem não lembra: esse braço da Lava Jato diz respeito ao suposto pagamento de propinas por parte de empreiteiras a diretores da empresa para serem beneficiadas em licitações das linhas 2, 5 e 6.

Continua após a publicidade
Publicidade